Como encontrar bons fornecedores para a sua marca de Moda | Comece com a melhor matéria-prima

Como encontrar bons fornecedores para a sua marca de Moda | Comece com a melhor matéria-prima

Escrito por Criável

Encontrar bons fornecedores de tecido costuma ser uma tarefa difícil para o processo de desenvolvimento de produtos e coleções.  Isso se intensifica ainda mais se você for um pequeno empreendedor e precisa encontrar quem atenda a pedidos mais enxutos.

Além disso, a matéria-prima é a etapa de produção que mais gera impacto para o meio ambiente, seja pelo cultivo tradicional de fibras naturais, repleto de agrotóxicos, na extração irresponsável de recursos, no manejo de resíduos (como tingimentos), entre outras tantas questões.

Por isso, se a sua marca tem a sustentabilidade como uma premissa, ou pelo menos como um norte, é muito importante que você escolha com consciência quais materiais usar.

A seguir, nós compartilhamos algumas dicas para que você possa encontrar os melhores fornecedores para a sua marca – e também para o planeta. 😉

Dicas valiosas para encontrar fornecedores de tecido:

#1 Sites especializados

Embora ainda seja uma tarefa complicada, encontrar bons materiais já foi muito mais difícil. Hoje em dia já existem sites especializados em mapear fornecedores de matéria-prima, inclusive com um viés sustentável, como é o caso do Modaly.

Por lá, você acessa a lista de fornecedores cadastrados mediante uma assinatura trimestral, e ainda pode entrar em contato com outros empreendedores como você. Mas, se no seu orçamento não couber esse tipo de custo extra, o jeito é procurar de forma “manual” pela internet.

Por isso é muito importante que você estude e conheça a fundo os diferentes tipos de matéria-prima, seus benefícios e desvantagens. Se você migrou de carreira e está começando a empreender na Moda sem ter passado por uma formação na área, esse conselho é ainda mais essencial. 

#2 Feiras e eventos

A indústria têxtil organiza, todos os anos, uma série de feiras, mostras e salões onde é possível descobrir e entrar em contato com novos fornecedores de matéria-prima. Para ficar por dentro desse calendário que conta com eventos por todo o Brasil e se planejar para participar, vale acompanhar as redes de organizações como, por exemplo, a Associação Brasileira da Indústria Têxtil e Confecção (Abit).

Por outro lado, se o seu foco for a Moda sustentável, é importante que você também fique de olho nos vários eventos voltados para o desenvolvimento de novas soluções (de baixo impacto negativo), como as feiras Inspiramais e Brasil Eco Fashion Week, ou a Bienal Brasileira de Design.

#3 Representantes

Especialmente se você está em fase de pesquisa, buscando novos materiais, pode ser interessante entrar em contato e conversar diretamente com os representantes dos fornecedores de tecido que chamaram a sua atenção.

Nesse caso é só ligar para a central ou enviar uma mensagem de WhatsApp para conseguir o contato do representante mais próximo e marcar uma reunião. Nem sempre o fornecedor vai ter alguém na sua cidade para te atender, mas pode ser que rolem viagens ou eventos de tempos em tempos – que você não vai querer perder.

Essa é também uma ótima opção para quem ainda não tem um amplo conhecimento sobre tecidos e precisa de alguma orientação para fechar a sua primeira compra, viu? 😉

#4 Boca a boca

Se você já tem um ou dois fornecedores, pode ser que essa seja a sua melhor fonte para encontrar outros tantos – desde que você esteja procurando por tipos diferentes de materiais, que não façam concorrência direta com quem você já estabeleceu uma relação de parceria.

Se você, por exemplo, tem uma marca de sapatos, pode ser que o seu fornecedor de tecido para o cabedal conheça um ótimo fornecedor de cadarços ou fivelas. De um jeito ou de outro, não custa nada perguntar.

#5 Selos e certificações

Se para a sua marca é fundamental que determinadas boas práticas estejam garantidas pelos seus fornecedores – como ‘condições justas de trabalho’ ou ‘livre de crueldade animal’ – você pode primeiro encontrar os selos e certificações correspondentes, para então buscar uma lista de fornecedores de tecidos aprovados.

É o caso, por exemplo, da Associação Brasileira do Varejo Têxtil (ABVTEX), que faz a auditoria de diversos fornecedores pelo o Brasil e possui uma lista (um pouco confusa, diga-se de passagem) para download em seu site.

Dicas extras…

#6 Visite seus fornecedores de tecido

Nem sempre um bom fornecedor terá um selo ou uma certificação, especialmente se ele for pequeno. Assim, a nossa recomendação é que você procure conhecer ao máximo de quem está comprando a sua matéria-prima, fazendo visitas, conversando com as suas equipes e conferindo por conta própria as condições de trabalho de cada local.

#7 Conecte-se com outras marcas e empreendedores

Fortaleça a sua rede aliada se relacionando com marcas com valores ou propósitos parecidos com os seus. Essa ideia de concorrência ficou no passado e a nova era da Moda precisa ser feita a base de muita cooperação. Quem está seguro no seu caminho não vai ter medo de compartilhar fornecedores e experiências. É só perguntar com afeto, clareza, e manter a comunicação transparente.

marca sustentável

Leia também: Estudo de caso Insecta Shoes –  Uma das 3 marcas mais bacanas da nova era da Moda brasileira.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *