Mais cerâmica, menos plástico

Mais cerâmica, menos plástico

Escrito por Criável

Uma nova onda de ceramistas parece ter vindo para ficar, e alguns projetos têm, inclusive, afirmado o trabalho em argila como uma alternativa ao plástico. Não, o boom da cerâmica não é só um “rostinho bonito” – embora a gente tenha que admitir, fica lindo no feed – e tem tudo a ver com um dos nossos macrotemas para o Calorão 21, o ‘Semear’. Vem descobrir o porquê.

Descarte x Criatividade

Do ponto de vista ecológico, é claro que um copo de cerâmica faz muito mais sentido que um copo descartável. A ideia de “personalizar” itens que desaparecem tão rápido, criando uma espécie de vínculo afetivo entre pessoa e objeto, é então uma tentativa de usar a criatividade e a beleza à favor do movimento lixo zero. Na verdade, através da cerâmica, é como se esses objetos se tornassem reais novamente, recuperando seu próprio valor.

Um fazer ancestral

A paraense Lauren Moreira, ceramista impulsora do movimento oficial ‘More Clay, Less Plastic’, conta em uma entrevista que, ainda que a cerâmica não seja a solução para todos os problemas relacionados ao uso excessivo de plástico, ela pode ser muito relevante para uma nova era de objetos, pois nos conecta a algo muito antigo, que permeia o nosso desenvolvimento como civilização. 

“Os vasos de barro foram os primeiros artesanatos criados pela humanidade e a cerâmica tem raízes em todas as civilizações antigas. Acreditamos que o objeto artesanal seja uma maneira de voltar a uma dimensão mais humana, já que não são só ‘coisas’, pois contém histórias e conhecimentos antigos em seu interior”.

Trabalho manual 

Além disso, a cerâmica, como outros trabalhos manuais, pode nos ajudar a resgatar algo muito valioso – o nosso tempo. É isso que muitos jovens agricultores têm buscado na reconexão com a terra e em um estilo de vida mais analógico. O contato com a argila nos leva para esse lugar de silêncio, introspecção, relaxamento, transformando nossa percepção para os pequenos detalhes, trabalhando outros sentidos além da visão e ainda, nossa coordenação motora.

Um novo olhar para o alimento

Você consegue se imaginar servindo uma lasanha de microondas em um prato de cerâmica, feito com todo o carinho por você? Pode até ser que isso aconteça, mas eu tenho certeza que essa não é a primeira imagem que vem à sua cabeça. Isso porque a cerâmica destaca o elemento natural e organicamente valoriza o alimento fresco, colorido, nutritivo, feito à mão. Nesse sentido, a cerâmica ainda pode ser um incentivo extra para quem quer aprender a cozinhar ou mudar a alimentação, enriquecendo a nossa relação com a comida ‘de verdade’, no lugar do produto alimentício.

Para se apaixonar

Para acompanhar o movimento ceramista #FeitonoBrasil, a gente deixa algumas das nossas artesãs preferidas para que você possa seguir no instagram. 

Hanna Englund e suas peças de estilo escandinavo com um toque tropical.

Lane Marinho, que além de criar os sapatos mais lindos, expõe taças, vasos, e muitas referências no instagram.

Sofia Oliveira e suas cores super especiais.

Terra W Estúdio para ver também um pouquinho do processo.

E, por último, Danielle Yukari e sua delicada cerâmica com um pouco de Ny e Sp.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *