Música também é pesquisa

Música também é pesquisa

Escrito por Criável

5 discos de 2020 para inspirar a Moda brasileira em 2021

Essa semana, contamos em um post no nosso Instagram um pouquinho sobre a construção do nosso último macrotema de 2020, nomeado carinhosamente de ‘Re(f)verências’; e muito inspirado nos grandes mestres da música brasileira e nas memórias afetivas que permeiam a nossa cultura de raiz.

 

Também lembramos que, ainda que o mergulho seja nas gavetas e cômodas antigas da história musical que fez – e ainda faz – do Brasil uma grande potência criativa (mesmo nos momentos de mais profunda crise), nós sempre podemos ressignificar essas descobertas.

 

Por isso, decidimos compartilhar 5 discos de 2020 cujos artistas e produtores trazem justamente esse olhar em cada faixa, com composições delicadas e emocionantes, que podem, e devem inspirar uma Moda brasileira capaz de olhar para dentro.

 

#1 ‘Mahmundi: Referências’ de Mahmundi

 

A cantora, compositora e produtora Mahmundi lançou esse ano – além do álbum ‘Mundo Novo’ – um disco só de referências, onde ela junta suas maiores influências como Cartola, Sandra de Sá e Jorge Ben. Clique aqui para ouvir.

 

#2 ‘raiz’ de Fran

 

O nome já entrega o espírito desse disco que mal saiu e já pode ser considerado um clássico da MPB com faixas como ‘Denguinho’. Neto de Gil, Fran também fala sobre a sua ancestralidade e traz sonoridades afro-brasileiras (com aquele jeito de Bahia que a gente tanto ama). Clique aqui para ouvir.

 

#3 ‘Do Meu Coração Nu’ de Zé Manoel

 

Um disco doce, de uma beleza extraordinária e falas – como a da historiadora Beatriz Nascimento – que se misturam aos arranjos desse pianista e compositor pernambucano. Para nós, uma joia mesmo. <3 Clique aqui para ouvir.

 

#4 ‘Vicentina’ de Leo Middea

 

Apesar de leve e solar, o álbum é resultado de um período difícil e solitário na vida do cantor e compositor Leo Middea. Com influências de Caetano e Gil, o disco naturalmente viaja no tempo e evoca o passado – nesse caso, particular – tendo como título o nome de uma amiga da sua avó, Vicentina. Clique aqui para ouvir.

 

#5 ‘Bom Mesmo É Estar Debaixo D’Água’ de Luedji Luna

 

Por aqui, a gente é fã da voz e do axé da cantora Luedji Luna, que nesse disco chega com sons ancestrais que vêm da África, em uma grande celebração da mulher negra. Clique aqui para ouvir.

 

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *