Sua Marca desce redondo?

Sua Marca desce redondo?

Escrito por Criável

O que podemos aprender com o Branding da Skol?

Hoje o nosso post é tipo uma conversa de botequim… Você, que já tem ou quer criar sua marca de moda, sabia que dá pra aprender muito com o caso da Skol?

A versão brasileira da cerveja Skol desembarcou no Brasil em 1967, e seu Branding sempre esteve associado à inovação. Carregava desde o início um espírito jovem, atento às tendências.

Em 1971, foi a primeira cerveja em lata do país. Na época, era feita em folha de flandres. Também foi a primeira, em 1979, a usar roupinha de alumínio.

Nos anos 1990, foi a primeira a ter garrafinha long neck com tampa de rosca.

Passou a se associar à juventude – o que tem tudo a ver com inovação – ao começar a patrocinar um evento de música que levava seu nome: Skol rock.

No comecinho deste século, abraçou a novidade da música eletrônica, também com um festival, o Skol Beat – que mais tarde virou também o nome de uma nova cerveja.

Depois disso ainda veio a garrafa de long neck transparente e a long neck com tampa pull off – aquela que você apenas puxa. Sempre na frente da concorrência, que vinha atrás de cada novidade.

Até que a Skol percebeu que algumas posturas sexistas de suas campanhas publicitárias precisavam ser revistas, se quisesse continuar se associando com inovação. Em 2017, a marca fez uma ação em que se desculpava pelo uso de mulheres objetificadas em suas campanhas, ao longo da história (o que, cá entre nós, foi feito por quase todas as cervejarias – mas só a Skol se desculpou).

Esse discurso já não descia mais redondo, sabe? Não é que tenham simplesmente mudado os valores da marca: mudaram os valores da sociedade. A Skol teve a sacada de acompanhar essa evolução. Mais uma vez, coerentemente com o pilar “inovação”.

Agora vem a parte mais legal: essa coerência no Branding alavanca as vendas. Na verdade, elas nunca foram ruins. Mas hoje a Skol é líder no Brasil, apesar do aumento da concorrência, com a chegada forte da Heineken e o crescimento das cervejarias artesanais. E olha que estamos falando do terceiro mercado que mais consome cerveja, atrás apenas dos Estados Unidos e da China, o que coloca a Skol também como uma das marcas mais consumidas do mundo, ocupando a quinta posição.

Você também quer que a sua marca saiba comunicar de forma coerente seus pilares? Então aproveita: vai abrir uma nova turma do curso Branding 4.0 Menos Tendência Mais Essência. O passo a passo da Renata Abranchs que já ajudou a centenas de marcas, grandes e pequenas, a se tornarem fortes, valiosas e inesquecíveis. Não perde essa oportunidade!

Faça seu pré-cadastro e ganhe R$500 de desconto aqui:

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *